O blog da concelhia da JSD de Aguiar da Beira...o blog de todos os jovens do concelho de Aguiar da Beira...o blog de todos os jovens interessados por política...o teu blog!!!
.posts recentes

. II Congresso da Interiori...

. Interioridade...pensament...

. Tópicos a abordar no futu...

.arquivos

. Março 2013

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Outubro 2011

. Junho 2011

. Março 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

Segunda-feira, 31 de Outubro de 2011
II Congresso da Interioridade da JSD

Terminou este Domingo, em Cinfães o 2.º Congresso da Interioridade da JSD, sob o tem “O Interior também é Portugal”. Foram dois dias de trabalho contínuo, com mais de cem participantesde todos os distritos do país, que discutiram seriamente os problemas do Interior, desde a disparidade de desenvolvimento relativamente ao Litoral e à desertificação.

Marcaram presença neste Congresso o Secretário de Estado das Autarquias Locais, Eng. Paulo Júlio, oDeputado Pedro Saraiva, e o encerramento foi feito esta tarde pelo Secretário-Geral do PSD, Deputado José Matos Rosa.

Três grupos de trabalho - um sobre Educação, outro sobre Emprego e Empreendedorismo e outro sobre a Reforma Administrativa e a Coesão Territorial – analisaram a realidade nestes três âmbitos e chegaram a propostas muito concretas. Eis algumas das conclusões:

Educação

  • Reorganização da rede de Ensino Superior - especializando apenas numa área cada pólo de ensino já existentes no interior, desenvolvendo, assim, a qualidade do ensino.
  • Criar equivalência de descontos ou eventuais isenções nas SCUTS semelhantes às dos residentes para os estudantes universitários que se deslocam para as Instituições de Ensino no Interior.
  • Valorização do ensino e das escolas profissionais, adaptando-as à realidade das necessidades locais.

Emprego e Empreendedorismo:

  • Cultura de empreendedorismo nas escolas - é necessário dar-se ferramentas, competências e capacidade analítica para empreender logo a partir do ensino básico e secundário;
  • Logo de base - os manuais escolares valorizem todas as profissões, não privilegiando umas por outras; acabar com o estigma de algumas profissões que hoje escasseiam e que podem ser rentáveis e úteis para os jovens em termos de perspectivas futuras de empregabilidade;
  • Incubadoras de empresas de base local - aproveitar o QREN para apoiar as autarquias a reutilizar edifícios desocupados para criar centros de serviços partilhados, potenciando e facilitando a criação de empresas nos concelhos de baixa densidade populacional;

 

Reforma Administrativa e Coesão Territorial

  • Aposta forte na intermunicipalidade, valorizando projectos que abranjam mais do que uma autarquia;
  • Promoção conjunta de produtos endógenos;
  • Portugal é o país mais centralista da Europa, havendo necessidade de desenvolver a descentralização.

A JSD discutiu a realidade do país com o intuito, construtivo, de discutir e propor soluções que promovam o desenvolvimento do Interior, e para que, consequentemente, todo o país, no seu todo, também se desenvolva. É esta a atitude responsável que a JSD entende e que quer prestar ao País.

Está é uma Geração Jovem que quer o melhor para Portugal, que participa e se preocupa com o presente, de forma a resgatar o seu futuro.

No encerramento, o líder da JSD Duarte Marques lembrou que o “o interior também Portugal. A JSD apresenta um conjunto de reformas que podem ajudar a dar mais qualidade de vida às populações do interior do país”.

Duarte Marques acusou ainda o Ex Primeiro Ministro de tentar “continuar a prejudicar o país, caso seja verdade a notícia hoje divulgada, que estaria a pressionar os Deputados do PS para rejeitarem o Orçamento de Estado para 2012, apenas com o propósito de não assumirem os erros da sua governação”.

“É por estas razões que não nos calaremos em pedir que sejam responsabilizados pelos actos que prejudicaram o futuro de tantas gerações”.

publicado por JSD Aguiar da Beira às 19:54
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 15 de Dezembro de 2008
Interioridade...pensamentos, politicas e debate!!!

Soluções/Ideias:

 

 

 - "É de todo necessário destacar aos olhos da opinião pública um conjunto de realizações de algum modo exemplares - seja no plano económico-empresarial, seja no da afirmação cultural e identitária, seja no da própria reinvenção institucional indispensável para promover processos consistentes e sustentáveis de desenvolvimento - é necessário contribuir para combater alguns estereótipos ou meias verdades sobre a situação do mundo rural e das regiões do Interior e, com isso, combater também a atitude demissionista que frequentemente lhes está associada. Como tantas vezes se diz, mesmo sabendo que são estruturais e consolidadas por longos percursos históricos as causas dos atrasos e grandes injustiças sociais do País, nada impõe que estes se tornem ou tenham de ser considerados inestão, um pouco por todo o lado, demonstrações práticas inequívocas de que a vida das populações nunca está definitivamente perdida em becos sem saída." 
 
 
- "«Desafios da interioridade - a riqueza ambiental e a vantagem para a sustentabilidade». A tónica é portanto positiva, contrariando o contexto de lamentações normalmente associado ao debate sobre a questão da interioridade. Com efeito, numa perspectiva ambiental e de sustentabilidade, a vantagem das zonas de interior reside na existência de recursos com potencial de desenvolvimento económico e social, que ao serem utilizados numa óptica de gestão ambiental e de equilíbrio sustentado, dentro dos limites compatíveis com a sua sensibilidade, permitam a manutenção das condições essenciais ao próprio desenvolvimento."
- “Poderia questionar-se a existência de uma estratégia de desenvolvimento enquanto tal; ou seja, enquanto expressão inequívoca da vontade e potencialidades de desenvolvimento económico e social endógenos, consubstanciada nas decisões das instâncias políticas pertinentes e operacionalizada através de programas e medidas de política económica dotados da necessária coerência interna.
"Se bem que sem podermos ser exaustivos, torna-se indispensável que comecemos por uma reflexão sobre os principais aspectos do modelo de desenvolvimento económico seguido no País e do qual tanto a «interioridade» como o desemprego são reflexo evidente.
  Porquê, então, esta nossa relativa incapacidade de afirmação pro-activa e de liderança e protagonismo de um processo de desenvolvimento endógeno e sustentado? Em nossa opinião, por duas ordens de razões fundamentais:
1) algum insucesso na forma de tirar proveito da indispensável abertura externa, o que tem gerado círculos viciosos importantes no nosso processo de desenvolvimento - a articulação dinâmica estrutura produtiva/comércio externo é um deles; 
2) ligado à história económica portuguesa, relaciona-se com a capacidade de lobbying dos vários grupos de pressão que se sucederam - os agraristas, os defensores do estado colonial, os sucessivos «velhos do Restelo» em matéria de reformas económicas? - sem que o Estado tenha conseguido sobrepor-se-lhes com êxito e atempadamente. A recorrência desta intervenção de influências retrógradas ao longo da história económica portuguesa é a principal responsável pela nossa característica dominante em matéria de política económica - a proposta, fora de tempo, de soluções atrasadas para problemas que, entretanto, deixaram de existir?" 

 

publicado por JSD Aguiar da Beira às 23:30
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 4 de Dezembro de 2008
Tópicos a abordar no futuro: Interioridade e Empregabilidade!

As temáticas que mais preocupam e às quais damos mais importância de momento, para as quais tentamos arranjar soluções e nas quais gostariamos de obter as vossas opiniões, são a da INTERIORIDADE e EMPREGABILIDADE!

Comentem estes tópicos e deixem-nos a vossa opinião, sugestões, ideias, alterações e tudo o que pensam sobre o assunto...pois estes são assuntos bem actuais e relacionados com todos nós! Pelos quais teremos que fazer algo, para alterar esta situação de desprezo pelo interior pelo poder central, assistirmos também a uma desertificação do interior, devido a existir uma fraca empregabilidade na nossa zona e assistirmos a um aumento do desemprego nos jovem e recem-licenciados!

Devido a estes factos e mais pormenores que iremos acrescentar mais adiante, gostavamos de saber o que pensas acerca destas temáticas que te dizem respeito e que deves reflictir sobre elas e posteriormente agir para as modificar!


Saudações laranjas!!!


Pedro Gonçalves

publicado por JSD Aguiar da Beira às 00:09
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.tags

. todas as tags

.links
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds